OUR STORES

blog-placeholder

XStore London

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud. Lorem ipsum dolor.

Store Address

48 Park Avenue, East 21st Street, Apt. 304
London NY 10016

Contact Info

Email: youremail@site.com
Phone: +1 408 996 1010
Fax: +1 408 996 1010

Voltar para página anterior

A VENEZUELA DE CHÁVEZ tem sido tema constante na grande imprensa brasileira, geralmente em matérias de tom depreciativo a seu governo. Já os partidários do presidente ocupam espaço em publicações alternativas, raramente com alguma crítica de fundo ao “socialismo bolivariano”. Contudo, ainda são poucas as análises aprofundadas sobre o assunto.Este livro vem preencher uma lacuna nos estudos brasileiros sobre a América Latina. Com base em ampla bibliografia e numa pesquisa de campo que envolveu longa visita à Venezuela, o autor explica com clareza, talento e competência as origens sociais e políticas do bolivarianismo e do chavismo, seus dilemas e perspectivas.Remonta à ascensão da democracia representativa na Venezuela, após a queda do ditador Pérez Jiménez. Constituiu-se então uma “hegemonia duradoura”, fundada economicamente na exploração do petróleo, que permitiu articular diferentes forças sociais e políticas. Ela se baseava no Pacto de Punto Fijo, de 1958, organizado pelos dois partidos mais destacados, a AD e o COPEI. Social- democratas e democratas cristãos revezaram-se no poder até a crise que levaria à eleição de Chávez, que assumiria a presidência em 1999.Para compreender o fenômeno Chávez, Flávio Mendes retoma criticamente o conceito de populismo, que não daria conta da complexidade do tema. Busca a explicação no “processo de crise orgânica que afetou a sociedade venezuelana no início dos anos 1980”. A crise de hegemonia fi caria evidenciada na revolta popular de 1989, conhecida como Sacudón ou Caracazo. Desse processo social conturbado surgiriam a liderança do tenente-coronel Chávez e o movimento bolivariano.O autor centra-se nos anos 1980 e 1990, mas não recua diante do desafio de pensar o presente, em que a sociedade venezuelana se encontra polarizada entre apoiadores do governo e de uma oposição diversificada, a colocar o país numa situação de impasse. A obra fornece um fio que ajuda o leitor a situar-se no labirinto da Venezuela contemporânea.

Peso 500 g
Dimensões 14 x 21 x 2 cm